Organizado pelo Centro Ciência Viva de Estremoz, pretende-se com o Congresso Nacional Cientistas em Ação fortalecer o contacto, a troca de ideias e experiências entre os alunos, professores e cientistas, incentivando a apresentação dessas ideias à observação dos outros, no âmbito da divulgação e comunicação da cultura científica e tecnológica.
Com âmbito nacional, pretende-se assim promover o espírito científico dos jovens, através da realização de pequenos projetos científicos nos quais o ensino experimental se revela uma prioridade. Terá ainda lugar, a atribuição de apoios vários aos três melhores trabalhos por níveis de ensino (1.º, 2.º, 3.º Ciclos e Ensino Secundário).
Privilegia-se a comunicação científica, a qual é reflexo do trabalho realizado com o professor em sala de aula. Em contexto de Congresso, esta comunicação é apresentada e defendida perante os colegas, investigadores, cientistas e elementos do júri, em painéis e por nível de escolaridade, à semelhança de um verdadeiro Congresso Científico…

Acompanhados pelo professor, podem participar alunos de todas as instituições de ensino (públicas e privadas) desde o 1.º Ciclo do Ensino Básico ao Ensino Secundário, individualmente ou em grupo (até quatro elementos).
O professor deverá proceder à inscrição do(s) alunos(s) até ao dia 24 de março.

Os trabalhos a elaborar devem estar sempre relacionados com a temática geral do funcionamento do nosso Planeta.
No entanto, ao termos optado pela Terra como tema central, de modo nenhum se limitam os projetos às disciplinas de Ciências Naturais, Biologia/Geologia.
Com efeito, o funcionamento do nosso planeta só pode ser compreendido pela conjugação de várias ciências como a Física (e.g. forças), a Química (e.g. reações químicas), a Informática (e.g. modelar os fenómenos naturais) ou a Biologia (e.g. a evolução dos seres vivos não se fez à revelia da evolução do próprio planeta).
Os trabalhos devem ser acompanhados com um resumo, máximo de 2 páginas (consultar modelo), contendo os objetivos, materiais, métodos, resultados e discussões e, terá que ser enviado em formato digital até dia 3 de abril por forma a constar no Livro de Resumos de 2016 (consulte também a edição de 2015).
No Congresso, os trabalhos são apresentados pelos jovens cientistas, sob a forma de atividade experimental e/ou maqueta, acompanhados de uma breve comunicação oral (15 min./grupo).

Os trabalhos apresentados, atividades experimentais/maquetas são objeto de avaliação por um júri de cientistas e professores, que terá em conta os seguintes critérios:

  • ✔ Conteúdo Científico
  • ✔ Originalidade
  • ✔ Comunicação teórica e apresentação experimental

São distinguidos os três melhores trabalhos, por nível de escolaridade:

  • ✔ 27 de abril – 1.º Ciclo do Ens. Bás. | Dia Professor Galopim de Carvalho
  • ✔ 28 de abril – 2.º e 3.º Ciclos do Ens. Bás. | Dia Professor Déodat Dolomieu
  • ✔ 29 de abril – Ens. Secundário | Dia Professor António Ribeiro
Estes têm a atribuição de apoios vários (e.g. materiais necessários à construção dos módulos científicos experimentais, kits científicos, livros, brindes, troféus…).

Tendo em vista premiar o esforço, todos os participantes (alunos e professores) recebem um Certificado de Participação. Caso o júri considere, poderá ainda haver a atribuição de menções honrosas a alguns dos trabalhos.

Nota: Os apoios são atribuídos ao(s) elemento(s) de cada grupo de jovens cientistas inscritos, assim como, ao docente acompanhante e à instituição de ensino. A lista de apoios, será divulgada oportunamente na página do Congresso.

Alguma dúvida, alguma questão? Não hesites em contactar:

  • Geral: congressocientistas'@'estremoz.cienciaviva.pt
  • Coordenação Pedagógica: ccvestremoz'@'uevora.pt
  • Receção dos Resumos: vsilva'@'estremoz.cienciaviva.pt
  • Produção: scampos'@'estremoz.cienciaviva.pt
  • Webdesigner: epereira'@'estremoz.cienciaviva.pt

  • Telefone: 268 334 285
  • Telemóveis: 968 312 768 | 912 165 111